os nossos objectivos

Relativamente ao tema de estudo, pretende-se que os professores melhorem as suas artes combinatórias, a capacidade de conceber modelos para resolver problemas realistas, que se habituem a ensaiar resoluções por tentativas, bem como a conjecturar sobre a economia e a rentabilidade das soluções aproximadas. Há algum esforço para introduzir hábitos de pensamento relativizado pela economia de processos e iniciar os professores na construção de algoritmos. E pretende-se, é claro, introduzir a teoria de grafos (embora a um nível muito elementar e como modelo para resolver alguns problemas reais) e tópicos de optimização.

Iniciar-se-á também um debate sobre a utilidade de um tema como a teoria de grafos numa situação de diversificação do programa de matemática. Pode também discutir-se a utilidade destes conceitos para a dinamização de Clubes, concursos, etc de Matemática, desde já.

Dos outros pontos de vista, pretende-se que os professores adquiram competências ao nível da utilização de computadores e telecomunicações, em particular ao nível das ferramentas com que se vai trabalhar - de consulta, de troca de opiniões, de trabalho cooperativo, ...- e pretende-se criar hábitos de procura intencional na Internet, bem como reflexão crítica sobre as ligações e os materiais disponíveis para consulta. Pretende-se, pela via da prática dos professores, introduzir novas metodologias e relações pedagógicas transferíveis e capazes de produzir mudanças efectivas na leccionação, em particular, aquelas que vêm da utilização das novas tecnologias de informação e comunicação no ensino (Internet, intranet, etc).