O NOME

FICHA INFORMATIVA

nomes próprios / comuns nomes concretos / abstractos nomes animados / não animados
nomes colectivos nomes contáveis / não contáveis nomes humanos / não humanos

 

        Os nomes são a seguir ao verbo a palavra mais importante da frase. Os nomes podem designar seres animados ou objectos materiais e ainda acções, qualidades, estados, sentimentos

SERES ANIMADOS

OBJECTOS MATERIAIS ACÇÕES QUALIDADES, ESTADOS, SENTIMENTOS
cantor disco saída beleza
tigre casa leitura calor
peixe estrela viagem esperança
Marco carro insulto orgulho

        O nome pode ser ou não precedido de determinante, que com ele concorda em género e em número, e em alguns casos em grau.

 

GÉNERO NÚMERO GRAU
O rapaz estuda ( masculino ) Os rapazes estudam ( singular ) O rapagão estuda ( aumentativo )
A rapariga estuda ( feminino ) As raparigas cantam ( plural ) O rapazinho estuda ( diminutivo )

 

EXERCÍCIOS

 

AS SUBCLASSES DO NOME

 

                     NOMES COMUNS E PRÓPRIOS

- Os nomes comuns designam todas as pessoas, animais ou coisas duma mesma espécie, duma mesma categoria: mãe, pai, telemóvel, autocarro...

O nome comum é acompanhado, em geral, de um determinante. a mãe, o pai,, o telemóvel, o autocarro...

- Os nomes próprios designam seres individualizados: Marta, Porto, Maio, Fundão...

O nome próprio, frequentemente, não apresenta determinante. Na escrita, os nomes próprios distinguem-se dos nomes comuns por começarem por letra maiúscula.

TOPO

EXERCÍCIOS

                    

NOMES CONCRETOS E ABSTRACTO

- Os nomes concretos designam pessoas, animais, e coisas que pertencem ao mundo exterior, isto é, que são apercebidos pelos sentidos. Podem ainda incluir os seres que se imagina pertencerem a este mundo.

pardal        rua           árvore

miúda        café          folha

  fantasma      fada

duende         bruxa

 

- Os nomes abstractos designam acções, qualidades, estados, sentimentos, ou seja características reconhecidas aos seres e às coisas. 

leitura beleza juventude sinceridade força
viagem inteligência saúde teimosia calor
luxo conselho verdade alegria atitude

 

EXERCÍCIOS

TOPO

 

                        NOMES CONTÁVEIS E NÃO CONTÁVEIS

- Os nomes contáveis designam um ou vários seres em que há oposição singular / plural ( o singular aplica-se a um ser; o plural a um conjunto de seres. )

 

Um cão estava deitado, mas muitos cães corriam sem parar.

As duas bicicletas já estão arrumadas, mas ainda há uma bicicleta no jardim.

O Tiago tem quatro irmãs e um irmão.

 

- Os nomes não contáveis aplicam-se a conjuntos de objectos ou seres em que o todo não pode decompor-se em partes individualizadas, mesmo no plural, isto é, não referem partes singulares de conjuntos. Por exemplo, o nome felicidade designa algo em que não é possível distinguir partes singulares, nem partes plurais.

 

A areia está muito suja nesta praia.

A água é um bem indispensável à vida.

o ar que respiramos tem cada vez menos qualidade.

A fauna e a flora das regiões tropicais são exóticas.

A saúde e a higiene estão quase sempre relacionadas.

 

TOPO

EXERCÍCIOS

 

                        NOMES COLECTIVOS

 

- Os nomes colectivos, no singular, designam um conjunto de seres ou objectos de uma mesma espécie. Alguns destes nomes colectivos são contáveis: turma, matilha, vinha; outros colectivos são não contáveis e não admitem plural: fauna, flora, gente.

 

alcateia ( lobos)

armada ( navios)

arquipélago ( ilhas )

assembleia ( pessoas )

banda ( músicos )

bando ( aves )

batalhão ( soldados )

cáfila ( camelos )

cacho ( bananas, uvas... )

cardume ( peixes )

chusma ( pessoas )

companha ( pescadores )

Companhia ( pessoas )

constelação ( estrelas )

cordilheira ( serras )

coro ( cantores )

elenco ( actores )

 

enxame ( abelhas )

fato ( cabras )

fauna ( espécies animais )

flora ( espécies vegetais )

formigueiro ( formigas )

frota ( navios, aviões )

gente ( pessoas )

grupo ( pessoas )

laranjal ( laranjeiras )

leva ( prisioneiros )

magote ( pessoas )

Malta ( pessoas )

manada ( bois )

mata ( árvores silvestres )

matilha ( cães )

molho ( flores, vegetais, chaves...)

montado ( sobreiros )

multidão ( pessoas )

ninhada ( aves, filhos )

pelotão ( militares, atletas)

piquete ( policias , empregados )

pomar ( árvores de fruto )

povo ( pessoas )

quadrilha ( ladrões, malfeitores )

rancho ( pessoas )

rebanho ( ovelhas, cabras )

récua ( animais de carga )

regimento ( soldados )

réstia ( alhos, cebolas )

sobral ( sobreiros )

souto ( castanheiros )

turma ( estudantes )

vara ( porcos )

vinha ( videiras)

 

EXERCÍCIOS

TOPO

                        NOMES ANIMADOS E NÃO ANIMADOS

 

- Os nomes animados constituem uma subclasse de nomes que designa os seres que possuem vitalidade ( pessoas e animais )

 

Marco indivíduo cão
rapariga grupo elefante
portugueses Filipa pássaro

 

- Os nomes não animados referem os objectos, as coisas.

 

Europa livro pomar
Alemanha caderno constelação
Portugal lápis ternura

 

TOPO

EXERCÍCIOS

 

                        NOMES HUMANOS E NÃO HUMANOS

 

- Os nomes humanos incluem-se na subclasse dos nomes próprios, comuns e colectivos, caracterizam-se por designarem seres humanos.

 

 

Cláudio colega amigo
Turma equipa pelotão
Sofia rancho professor

 

- Os nomes não humanos incluem-se na subclasse dos nomes próprios, comuns e colectivos e referem-se a objectos e a seres que não são pessoas.

 

Porto cão matilha
Fundão gato mesa
Portugal tartaruga livros

 

TOPO

EXERCÍCIOS

O GÉNERO DOS NOMES

 

1- NOMES MASCULINOS E NOMES FEMININOS

    a)- Há dois géneros gramaticais: o masculino e o feminino

            . São masculinos os nomes que podem ser precedidos dos determinantes o, os, um, uns: o rapaz, um balão

              . São femininos os nomes que podem ser precedidos dos determinantes a, as, uma, umas: a rapariga, uma praia

    

    b)- Os nomes que designam seres vivos ( animados ) variam geralmente de género segundo o sexo a que pertencem - GÉNERO NATURAL

o pai / a mãe          o príncipe / a princesa         o leão / a leoa

 

    c)- Há, porém, muitos nomes que designam seres não animados que apresentam sempre o mesmo género, masculino ou feminino. Não se trata de um género natural, mas sim de um GÉNERO GRAMATICAL É a gramática que o atribui, podendo variar de língua para língua:

la robe ( feminino, língua francesa )  

o vestido ( masculino, língua portuguesa )

Nomes que designam seres não animados
Masculino Feminino
o livro

o cinzeiro

o carro

o papel

o caderno

a ponte

a cadeira

a árvore

a Lua

a caneta

 

2- FORMAÇÃO DO FEMININO DOS NOMES QUE TÊM DOIS GÉNEROS

        a)- Nomes que seguem a regra geral.

        REGRA GERAL: O feminino obtém-se substituindo o  o final por a

Esta regra abrange igualmente os nomes terminados em e

o mestre / a mestra

o infante / a infanta

ATENÇÃO:

                Há nomes terminados em e que não seguem esta regra, pois apresentam uma só forma para os dois géneros

o emigrante / a emigrante

o estudante / a estudante

 

            b)-Nomes que terminam em consoante.

Nestes casos, o feminino obtém-se  acrescentando um a

o juiz / a juíza

o pintor / a pintora

o professor / a professora

ATENÇÃO:

          Alguns nomes terminados em -tor e -dor não seguem esta regra.

o actor / a actriz

o imperador / a imperatriz

 

            c)- Nomes que terminam em -ão

Nestes casos o feminino forma-se através da transformação  daquela terminação em -ã, -ona, -oa ou -ana

o cortesão / a cortesã

o chorão / a chorona

o leão / a leoa

o sultão / a sultana

        d)- Nomes que terminam em -eu

Nestes casos, o feminino obtém-se transformando o -eu em -eia

o europeu / a europeia

o plebeu / a plebeia

 

       e)-Nomes que formam o feminino através dos sufixos -essa, -esa, -isa, ina.

o conde / a condessa

o duque / a duquesa

o poeta / a poetiza

o herói / a heroína

       

        f)- Nomes que formam o feminino através de uma palavra diferente.

o homem / a mulher

o boi / a vaca

o cavalo / a égua

o genro / a nora

       

    g)- Nomes que não sofrem alteração na formação do feminino.

Nestes casos, o feminino obtém-se apenas através do determinante.

o selvagem / a selvagem

o pianista / a pianista

o doente / a doente

 

       h)- Nomes que têm apenas uma forma e um único género.

O masculino e o feminino são representados pela mesma palavra, qualquer que seja o sexo da pessoa designada

a vítima

o indivíduo

a multidão

o cadáver

a criança

EXERCÍCIOS

TOPO

 

O NÚMERO DOS NOMES

. Em geral, o singular usa-se quando o nome designa um único ser ou objecto.

. O plural emprega-se sempre que o nome designa dois ou vários seres ou objectos.

. Alguns nomes são usados só no singular e outros só no plural.

 

1- NOMES COMUNS COM APENAS UM NÚMERO ( SINGULAR OU PLURAL )

    a)- Nomes usados só no singular

                . nomes de metais: o chumbo, o ferro, o ouro...

                . nomes de produtos animais ou vegetais: o leite, a carne...

                . nomes de qualidades: a bondade, a humildade...

                . nomes de ciências ou artes: a filosofia, a psicologia...

                . nomes de religiões: o cristianismo, o protestantismo...

    b)- Nomes usados só no plural

 
alvíssaras algemas olheiras
pêsames arredores víveres
cócegas núpcias condolências

 

2-O PLURAL DOS NOMES COMUNS VARIÁVEIS EM NÚMERO

 

    REGRA GERAL: os nomes terminados em vogal ou ditongo formam o plural acrescentando um -s

o banco / os bancos

a lâmpada / as lâmpadas

a anã / as anãs

o baú / os baús

      CASOS PARTICULARES

                    a)- Aos nomes terminados em -n, -r, -s, e -z, acrescenta-se -es

o líquen / os líquenes

o actor / os actores

o país / os países

o capataz / os capatazes

 

                       b)- Nos nomes terminados em -ão, observam-se três casos:

                            . acrescenta-se um -s: mão / mãos

                                   . muda-se -ão em -ães: pão / pães

                                   . muda-se -ão em ões: limão / limões

 

                        c)- Nos nomes terminados em -al, -ol e -ul, substitui-se o -l por -is

o avental / os aventais

o anzol / os anzóis

o azul / os azuis

 

                        d)- Nos nomes terminados em -el formam o plural em -éis ou -eis, respectivamente, se a terminação for tónica ou átona.

o papel / os papéis

o anel / os anéis

o móvel  / os móveis

o túnel / os túneis

 

                          e)- Os nomes terminados em -il átono formam o plural mudando o -il em eis.

o réptil / os répteis

o fóssil / os fósseis

                               - Os nomes terminados em -il tónico formam o plural

o funil / os funis

o peitoril / os peitoris

 

                         f)-  Os nomes terminados em -m mudam o -m para -ns

o álbum / os álbuns

o atum / os atuns

o homem / os homens

EXERCÍCIOS

TOPO

 

O GRAU DOS NOMES

    Os nomes, além de variarem em género e número, também variam em grau. O grau aumentativo indica um aumento; o grau diminutivo uma diminuição.

 

Sapatinho / sapato /  sapatão

 
GRAU DIMINUTIVO GRAU NORMAL GRAU AUMENTATIVO
casinha casa casarão
mulherzita mulher mulheraça
cãozinho cão canzarrão
dentinho dente dentuça
carrinho carro carrão
montinho monte montanha
salinha sala salão
patinha pata patorra
rapazinho rapaz rapagão

TOPO

VOLTAREXERCÍCIOS