Plataforma PROF 2000 - Acção AF-05 - 2006

Sérgio Coelho


Aquisição de Dados, Modelação e Simulações
Oficina de Formação



  • Entidade Formadora:

    Centro de Formação Concelhio de Alcácer do Sal

  • Duração:

    25 horas presenciais + 25 horas de trabalho autónomo

  • Destinatários:

    Professores do 4º Grupo A dos Ensinos Básico (3º Ciclo) e Secundário.

  • Formador:

    Sérgio Coelho



  • RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA OFICINA: PROBLEMA/NECESSIDADE DE FORMAÇÃO IDENTIFICADO


    O ensino das disciplinas de física, química e, em certos casos, de matemática do 3ºciclo e do secundário deveria, em condições óptimas, ser eminentemente experimental. No entanto, tem-se notado que, por questões de ordem temporal ou logística (turmas demasiado numerosas, falta de material, etc.), muitos docentes tendem a utilizar a vertente experimental de forma pontual, optando por seguir uma via mais formal. Esta via torna-se , por vezes, espinhosa tanto para professores como alunos uma vez que, em muitos casos, carece de um suporte visual forte que ajude a complementar a vertente analítica. O recurso a ferramentas informáticas de modelação matemática permite não só a realização (simulação) de experiências de forma visualmente inequívoca e rápida de forma a ilustrar uma eventual abordagem teórica mas também validar resultados obtidos analiticamente através da confrontação com o modelo experimental. Sendo que estes métodos, ao contrário de uma forma de as substituir, são um complemento às actividades experimentais. Queremos pois, que os materiais produzidos bem como as reflexões durante esta acção levem a alterações do saber fazer dos formandos em situações de contexto.



    EFEITOS A PRODUZIR: MUDANÇA DE PRÁTICAS, PROCEDIMENTOS OU MATERIAIS DIDÁCTICOS


  • Fomentar a utilização de ferramentas que permitam uma percepção visual, por parte dos alunos, mais eficaz dos temas abordados, quer como conteúdo em si, quer como suporte à validação de resultados obtidos analiticamente.

  • Clarificar as potencialidades do programa Modellus quer na produção de modelos matemáticos e de simulações, quer na obtenção de dados experimentais (recurso a imagens digitais ou vídeos).

  • Produzir materiais para utilizar em situação de contexto.

  • Reflectir sobre as potencialidades e limitações deste tipo de abordagem em diversos contextos.



  • CONTEÚDOS DA OFICINA DE FORMAÇÃO


  • 1.Vantagens da utilização de modelos para explicar fenómenos físicos e químicos


  •     1.1Introdução ao programa Modellus
        1.2Utilização e visualização de modelos pré-fabricados
        1.3Implementação de modelos simples a partir de dados analíticos

  • 2.Aquisição de dados e modelação (modellus, Excel)


  •     2.1Processos de aquisição de dados experimentais
        2.2Análise comparativa de situações reais e os respectivos modelos matemáticos

  • 3.Implementação na sala de aula


  •     3.1Planificação de uma actividade(ou aula) para os alunos
        3.2Implementação da planificação com os alunos em situação de aula
        3.3Reflexão sobre a actividade planificada e os resultados obtidos



    METODOLOGIAS DE REALIZAÇÃO DA OFICINA DE FORMAÇÃO


    A oficina de formação deverá decorrer à distância com recurso à plataforma de formação do Programa Prof2000.

    Sessões Presenciais - Síncronas(25 Horas)

    Numa primeira fase, em sessões presenciais - síncronas, serão estabelecidos objectivos a atingir com a realização da oficina, apresentados exemplos de materiais e escolhidos problemas a abordar. Será feita uma abordagem introdutória ao programa modellus. (15 Horas) Os materiais produzidos pelos formandos (planificações de actividades e ficheiros – Modellus, Excell, etc) serão objecto de análise e avaliação numa sessão presencial - síncrona. (3 Horas) Numa fase final, em sessões presenciais - sincronas, será feita uma análise da implementação dos materiais e a reflexão sobre formas de melhorar a abordagem dos conteúdos. As conclusões desta reflexão deverão ser objecto de um relatório individual de cada formando.(4 Horas) Finalmente, a última sessão presencial - síncrona será consagrada á análise e avaliação dos relatórios finais dos formandos. (3 Horas)

    Sessões Trabalho Autónomo (25 Horas)

    A construção dos materiais (ficheiros – Modellus, Excell, etc) será assegurada pelos formandos autonomamente, prestando o formador o apoio solicitado de forma assíncrona. Serão disponibilizados guiões e exemplos pelo formador para apoiar o trabalho dos formandos. Os formandos podem ainda recorrer ao correio electrónico e fórum da plataforma de formação para ultrapassar qualquer dificuldade ou obter esclarecimentos. A planificação das estratégias de implementação dos materiais produzidos, em situação de contexto será elaborada pelos formandos. Haverá então lugar à aplicação dos materiais em sala de aula por parte dos formandos.



    Numa fase final, em sessões síncronas, será feita uma análise da experiência e de formas de melhorar a abordagem. As conclusões desta reflexão deverão ser objecto de um relatório individual de cada formando.



    REGIME DE AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS


    Participação no debate das sessões síncronas.

    Qualidade e pertinência dos materiais produzidos no trabalho autónomo.

    Efectivação da aplicação dos materiais produzidos em situação de sala de aula.

    Produção de um relatório final sobre a aplicação dos materiais produzidos na sala de aula.



    Física e Química? Absolutamente!

    Página de Física e Química do Prof. Sérgio Coelho

    s_coelho@sapo.pt

    Contacto do Formador