Plataforma PROF 2000 - Acção AF-38 - 2005

Paulo Correia


Probabilidades - Simulações
Oficina de Formação



  • Entidade Formadora:

    Centro de Formação Concelhio de Alcácer do Sal

  • Duração:

    25 horas presenciais + 25 horas de trabalho autónomo

  • Destinatários:

    Professores do 1º grupo dos Ensinos Básico (3º ciclo) e Secundário

  • Formador:

    Paulo Correia



  • RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA OFICINA: PROBLEMA/NECESSIDADE DE FORMAÇÃO IDENTIFICADO


    Nos programas de Matemática dos 9º e 12º anos existem capítulos centrados no estudo de Probabilidades.
    A inexistência de software específico para o estudo de probabilidades, ou pelo menos a sua fraca divulgação, poderá induzir um tratamento de tema essencialmente teórico. O recurso a simulações permite uma abordagem mais centrada em experiências e estabelecimento/validação de conjecturas.
    Por outro lado, o método frequencista para a determinação de probabilidades, por ser moroso é por vezes difícil de implementar em situação de aula. Assim com recurso ao computador e/ou calculadora gráfica será possível a realização de um elevado número de experiências num curto espaço de tempo, como forma de viabilizar a determinação de probabilidades pelo método frequencista.
    O recurso a simulações permite ainda a determinação de valores aproximados de probabilidades inacessíveis ao cálculo bem como a validação de resultados obtidos analiticamente.



    EFEITOS A PRODUZIR: MUDANÇA DE PRÁTICAS, PROCEDIMENTOS OU MATERIAIS DIDÁCTICOS


    Fomentar a determinação de probabilidades pelo método frequencista, quer como conteúdo em si, quer como suporte à validação de resultados obtidos analiticamente.
    Clarificar as potencialidades da folha de cálculo (Excel) e da calculadora gráfica na produção de simulações de situações problemáticas relacionadas com probabilidades.
    Produzir materiais para usar em situação de aula.
    Reflectir sobre as potencialidades e limitações deste tipo de abordagem no estudo de Probabilidades.



    CONTEÚDOS DA OFICINA DE FORMAÇÃO


  • 1.Vantagens da determinação de Probabilidades pelo método frequencista


  •     1.1Probabilidades impossíveis (muito difíceis) de calcular pela lei de LaPlace
        1.2Verificação de cálculos com a lei de LaPlace
        1.3Variação de dados num problema

  • 2.Simulações informátias de problemas de Probabilidades


  •     2.1Folha de Cálculo (MS Excel)
        2.2Cálculadora Gráfica

  • 3.Implementação na sala de aula


  •     3.1Planificação de uma actividade(ou aula) para os alunos
        3.2Implementação da planificação com os alunos em situação de aula
        3.3Reflexão sobre a actividade planificada e os resultados obtidos



    METODOLOGIAS DE REALIZAÇÃO DA OFICINA DE FORMAÇÃO


    A oficina de formação deverá decorrer à distância com recurso à plataforma de formação do Programa Prof2000.

    Numa primeira fase, em sessões síncronas, serão estabelecidos objectivos a atingir com a realização da oficina, apresentados exemplos de materiais e escolhidos problemas a abordar.

    A construção dos materiais (ficheiros de folha de cálculo e programas para a calculadora gráfica) ocorrerá em trabalho autónomono, prestando o formador o apoio solicitado de forma assíncrona. Serão disponibilizados guiões e exemplos pelo formador para apoiar o trabalho dos formandos. Os formandos podem ainda recorrer ao correio electrónico e fórum da plataforma de formação para ultrapassar qualquer dificuldade ou obter esclarecimentos.

    A planificação das estratégias de implementação dos materiais produzidos em sala de aula será discutida numa das sessões síncronas, depois de elaborada autonomamente pelos formandos.

    Haverá então lugar à aplicação dos materiais em sala de aula por parte dos formandos.

    Numa fase final, em sessões síncronas, será feita uma análise da experiência e de formas de melhorar a abordagem. As conclusões desta reflexão deverão ser objecto de um relatório individual de cada formando.



    REGIME DE AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS


    Participação no debate das sessões síncronas.

    Qualidade e pertinência dos materiais produzidos no trabalho autónomo.

    Efectivação da aplicação dos materiais produzidos em situação de sala de aula.

    Produção de um relatório final sobre a aplicação dos materiais produzidos na sala de aula.



    mat.esas.net

    Página de Matemática da Esc. Sec. de Alcácer do Sal

    paulomic@sapo.pt

    Contacto do Formador