Programa da Acção de Formação

Construção de Materiais Educativos para Inglês com Recurso à Internet


 
Modalidade
Oficina de Formação
Duração
25 Horas (sessões conjuntas) + 25 Horas (trabalho autónomo)
N.º de Créditos
Até 2
Formador
Maria Fernanda Dias Rodrigues
Destinatários
Professores de Inglês do 3º CEB e Ensino Secundário
Requisitos
Experiência de utilização do computador e da Internet


 

Cronograma


 
Data
Dia da semana
N.º da Sessão
N.º de Horas
Horário
08/04/2002 Segunda - Feira 0 1 18h30 - 19h30
15/04/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
22/04/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
29/04/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
06/05/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
13/05/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
20/05/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
27/05/2002 Segunda - Feira 3 18h30 - 21h30
03/06/2002 Segunda - Feira 4 18h30 - 22h30

Total de horas -----» 25 + 25
Créditos -----» até 2
N.º de Sessões Presenciais Conjuntas: 8
Formador: Maria Fernanda Dias Rodrigues
Modalidade: Oficina
Local de realização: Escola Secundária Sebastião da Gama, Setúbal e Escolas Prof2000

Sessão zero: No dia 08/04/2002 das 18h30 às 19h30. Esta sessão tem por finalidade "acertar" questões de ordem funcional, relativamente ao modelo de formação Prof2000


 

Razões Justificativas da Acção

As tecnologias de informação e comunicação oferecem potencialidades imprescindíveis à educação e formação, permitindo um enriquecimento contínuo dos saberes, o que leva a que o sistema educativo e a formação ao longo da vida sejam reequacionados à luz do desenvolvimento destas tecnologias.(...)Já não basta que os professores se limitem a transmitir conhecimentos aos alunos, têm também de os ensinar a pesquisar e a relacionar entre si diversas informações, revelando espírito crítico.Tendo em conta a quantidade enorme de informações que circulam actualmente nas redes digitais, ser capaz de nelas se orientar tornou-se um pré-requisito do próprio saber, a necessitar daquilo que alguns já chamam 'nova alfabetização". Esta info-alfabetização é cada vez mais necessária para se chegar a uma verdadeira compreensão do real. Ela constitui, assim, uma via privilegiada de acesso à autonomia levando cada um a comportar-se em sociedade como um indivíduo livre e esclarecido.

In " Livro Verde para a Sociedade da Informação"

 
As Tecnologias de Informação e Comunicação são reconhecidamente um instrumento fundamental para uma prática pedagógica que se pretende renovada e dinâmica, geradora de aprendizagens adequadas à sociedade e ao tempo dos nossos alunos.
Neste sentido, a utilização do computador em contexto de sala de aula deverá ser considerado como recurso essencial , não podendo os professores ficar indiferentes à utilização das tecnologias, aplicando-as na produção de materiais educativos inovadores, criativos, motivadores, adaptados às suas estratégias diversificadas de actuação pedagógico-didáctica e ao desenvolvimento integral dos alunos.
As Tecnologias de Informação e Comunicação trouxeram à comunidade escolar um manancial inesgotável de informação. No entanto, essa informação apresenta-se muitas vezes de forma caótica e desorganizada. Deverá ser papel do professor, ao integrar na sua prática lectiva a utilização das tecnologias de informação e comunicação, criar mecanismos que permitam aos seus alunos seleccionar essa informação, analisá-la criticamente, organizá-la e por fim, transformá-la em conhecimento. Pretende-se pois, por um lado, abordar criticamente informação existente na Internet directamente relacionada com determinados conteúdos didáctico-pedagógicos, e, por outro lado, construir materiais que , ao serem utilizados em contexto de sala de aula, permitam aos alunos não só pesquisar informação, de forma criteriosa, em fontes fidedignas e cientificamente válidas, como, ainda, apresentar essa informação de modo renovado, em contextos criadores e facilitadores da construção de sentidos.
 

Objectivos

 

Conteúdos

1ª sessão: (3 Horas)

 

2ª, 3ª e 4ª sessão: (9 Horas)

Modelos de materiais educativos para alunos com recurso à Internet:
Análise das características de cada um dos modelos de materiais e da sua adequação aos diferentes níveis etários e aos vários programas;

 

5ª, 6ª e 7ª sessão: (9 Horas)

 

8ª sessão: (4 Horas)

 

Metodologia de Realização da Acção

A Oficina de Formação Construção de Materiais Educativos para Inglês com Recurso à Internet, que aqui se propõe, deve ser considerada no quadro do modelo de acção de formação a distância, no âmbito do Programa Prof2000, e destinado a professores pertencentes à Rede de Escolas Prof2000.
Assim, de acordo com o modelo de formação preconizado, a presente oficina de formação pressupõe a planificação, construção, aplicação e avaliação de materiais educativos, para cujo desenvolvimento se prevê um conjunto de 25 horas de sessões não presenciais, a par de uma participação assídua em intervenções solicitadas de modo presencial, num total de 25 horas (para observação e análise de modelos de materiais educativos com recurso à Internet e de discussão de metodologias, além de conceitos básicos que permitirão o saber fazer), distribuídas por 8 sessões presenciais.
Pretende-se com esta oficina de formação, fornecer ao formando um domínio prático (baseado no saber fazer) nas seguintes áreas:
Como responsável pela animação e dinamização da oficina de formação, o formador acompanhará os trabalhos das sessões presenciais, fornecendo materiais de apoio e linhas metodológicas para o desenvolvimento dos projectos individuais dos formandos. Dinamizará ainda a análise dos vários modelos de materiais educativos, orientando os formandos na escolha do modelo mais adaptado ao currículo e nível etário dos seus alunos.
As sessões não presenciais serão reservadas para pesquisa, planificação e construção dos materiais no modelo escolhido por cada formando.
Os materiais construídos e o relatório final serão publicados na área de trabalhos dos formandos.
 

Avaliação dos Formandos

Sessões presenciais:
Sessões não presenciais (trabalho autónomo):