Adjectivo

 

Palavra pertencente a uma classe aberta de palavras, que permite variação em género (i), em número (ii) e, tipicamente, em grau (iii).

O adjectivo é o núcleo do grupo adjectival, pode ser especificado por quantificadores, que o antecedem, e seleccionar grupos preposicionais e frases como seus complementos.

Os adjectivos subclassificam-se em adjectivos qualificativos (iv) e adjectivos numerais (v).

 

(i) Belo / bela

(ii) Belo / belos / bela / belas

(iii) muito bela / belíssima

(iv) alto, belo, gordo, caro, ...

(v) numerais ordinais

 

Ver "concordância nome - adjectivo"

 

Adjectivo biforme

Chamam-se biformes os adjectivos que admitem contraste de género, dispondo de uma forma para o feminino e de outra para o masculino. Estas formas são geradas a partir de um mesmo radical (simples ou complexo).

 

claro, clara

 

merecedor, merecedora

 

Adjectivo uniforme

Chamam-se uniformes os adjectivos que não admitem contraste de género.

 

Inteligente

 


 

Adjectivo numeral

 

Adjectivo que pertence à classe tradicional dos numerais ordinais, como (i).

Os adjectivos numerais ocorrem sempre em posição pré-nominal, antecedidos por artigos ou demonstrativos (ii) e, eventualmente, por possessivos (iii).

Os adjectivos numerais não variam em grau (iv).

 

(i) Primeiro, segundo, terceiro, ...

 

Exemplos:

(ii)

  (a) O [segundo] filho é sempre mais calmo.

  (b) *O filho [segundo] é sempre mais calmo.

(iii)

  (a) O meu [segundo] filho é mais calmo.

  (b) Esse teu [segundo] filho é parecido com o avô.

(iv) *O {[muito segundo / segundíssimo]} filho é sempre mais calmo.

 


 

Adjectivo qualificativo

 

Adjectivo que exprime tipicamente a qualidade, i.e., um atributo do núcleo nominal que complementa ou que modifica (ver "complemento do nome" e "modificador do nome"). Tipicamente, a posição dos adjectivos qualificativos é pós-nominal. Uma subclasse de adjectivos qualificativos ocorre à direita e à esquerda do nome, correspondendo esta ordem a interpretações diferentes, conforme (i) e (ii). Alguns adjectivos têm uma posição pós-nominal obrigatória, como (iii).

 

Exemplos:

(i) Um falso presidente fez o discurso de inauguração (=uma pessoa que não era presidente fez o discurso de inauguração).

(ii) Um presidente falso fez o discurso de inauguração (=um presidente que não é honesto fez o discurso de inauguração).

(iii) [Os [olhos] azuis] são bonitos. / *[Os azuis [olhos]] são bonitos.