Corda humana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                

                                             

Escolhe-se uma criança, o gavião, que tem a função de caçar as outras. Estas fogem do gavião, num espaço previamente definido. O gavião corre atrás dos outros e aqueles a quem conseguir tocar vão dando a mão entre si, formando uma cadeia. Quem for tocado, fica sempre o último elo desta cadeia. No outro extremo está o gavião.

Apenas os elementos das pontas da cadeia podem caçar e só se a cadeia estiver unida. Não poderá caçar ninguém se se partir, o que é vulgar acontecer. Por outro lado, quem sair do terreno de jogo passa automaticamente para a cadeia. A última criança a ser tocada é considerada vencedora.

Numa outra variante podem existir dois gaviões, competindo entre si para ver quem caça mais crianças. 

                                                                              

 

                                                              

 

Desenho de Anabela S. Pereira