Verbos - Tempos

Texto Lacunar

" O Gigante Egoísta"

Preenche, os espaços em branco, com os as formas verbais que consideras serem as mais adequadas. Podes clicar em "Verificar" para confirmares as respostas correctas. Usa o botão "Pista" para veres uma letra da resposta se tiveres dúvidas. Também podes clicar no botão "[?]" para veres uma pista. Nota: Perderás pontos de cada vez que pedires uma letra ou pista!

   é      brincar      brinque      cantavam      chegar      cobriam      começou      consinto      Construiu      costumavam      cresciam      davam      disse      dizer      diziam      era      estão      estar      fazer      fugiram      gritou-lhes      havia      pôs-lhe      paravam      pareciam      regressou      sabe      ser      tinha      tinha dito      tinha ficado      Tinha ido      tornar-se      visitar      viu      voltavam      voltou   

À volta do castelo um jardim muito bonito de relva fofa. Aqui e ali lindas flores que estrelas e doze pessegueiros que na Primavera se de delicados botões rosa e cor de pérola e no Verão frutos deliciosos.
Todas sa tardes, quando da escola, as crianças no Jardim do Gigante. Os pássaros nas árvores tão suavemente que as crianças as suas brincadeiras para os ouvir.
- Que bom neste jardim! - umas às outras.
Um dia, o Gigante . o seu amigo, o Ogro, e por lá sete anos. Ao fim dos sete anos já tudo o que a , a conversa a desinteressante e então para o seu castelo. Ao , as crianças a no jardim.
- Que aqui a ? - muito zangado, e as crianças, cheias de medo, todas.
- O meu jardim só meu! - o Gigante. - Toda a gente isso, e não que ninguém nele a não eu.
então um grande muro à volta do jardim e um letreiro: - " Proibida a Entrada " .
Realmente um gigante muito egoísta.