Bus ou Barramento

O processador e os restantes dispositivos electrónicos comunicam entre si através de canais de comunicação aos quais se dá o nome de barramentos.

Existem três tipos (relativamente ao tipo de dados que neles circula) de barramentos no interior do computador e que são:

* Barramento de dados - São os condutores por onde circulam os dados que o processador vai buscar à memória RAM ou aos dispositivos de I/O.

* Barramento de endereços - O acesso aos dados que a CPU necessita é feito pelo envio dos endereços das posições de memória ou de dispositivos de I/O onde eles se encontram. Esses endereços circulam neste barramento.

* Barramento de controlo - Existem sinais eléctricos que controlam os dispositivos electrónicos para que o sistema possa ler/escrever os dados. Esses sinais viajam neste barramento.

 

 

 

 

 

 

 

Características de fontes de alimentação

Os barramentos são conjuntos de sinais digitais com os quais o processador comunica com o seu exterior. Esses sinais podem ser combinados de várias formas, dependendo da finalidade.

Os barramentos mais comuns são:

  • Barramento local - Faz a conexão entre processador e memória.
  • Barramento ISA Usado pelos slots de 8 e 16 bits e alguns interfaces da motherboard (série, paralela, interface para drives, alto falante).
  • Barramento PCI Usado pelos slots PCI, interfaces IDE e USB.
  • Barramento AGP Usado para placas de vídeo 3D de alto desempenho.

Placas de expansão e slots ISA de 8 e de 16 bits.

ISA
O barramento ISA (Industry Standard Architecture) é formado pelos slots de 8 e 16 bits existentes nas motherboards, além de alguns dos seus circuitos internos. É originário do IBM PC, na versão de 8 bits, e foi posteriormente aperfeiçoado no IBM PC AT, chegando à versão de 16 bits. Possui as seguintes características:

  • Transferências em grupos de 8 ou 16 bits
  • Clock de 8 MHz

As placas de expansão ISA de 16 bits (ex.: placas de som) devem ser conectadas em slots ISA de 16 bits, mas as placas de expansão ISA de 8 bits (ex.: placas fax/modem) podem ser conectadas, tanto em slots de 8, como de 16 bits.

Apesar de ser considerado lento para os padrões actuais, o barramento ISA ainda é muito utilizado. Mesmo as mais modernas placas de CPU Pentium possuem 2, 3 ou 4 slots ISA de 16 bits, nos quais podem ser conectados diversos tipos de placa, para os quais a sua velocidade é satisfatória. Por exemplo, as placas fax/modem, as placas de som e asplacas de rede, entre diversas outras.

 

 

 

PCI
Ao desenvolver o microprocessador Pentium, a Intel criou também um novo barramento, tão veloz quanto o VLB, porém muito mais versátil. Trata-se do barramento PCI (Peripheral Component Interconnect). Possui as seguintes características:

  • Opera com 32 ou 64 bits
  • Apresenta taxas de transferência de até 132 MB/s, com 32 bits
  • Possui suporte para o padrão PnP (Plug and Play)

Apesar de poder operar com 32 ou 64 bits (os slots PCI de 64 bits são um pouco maiores que os de 32), praticamente todas as motherboards modernas utilizam a versão de 32 bits. O clock, em geral, é de 33 MHz, mas dependendo do processador, pode ter clock de 30 ou 25 MHz. A tabela que segue mostra a relação entre o clock do barramento PCI e o clock interno do processador.

 
Clock interno
Clock PCI
75 MHz 25 MHz
90, 120 e 150 MHz 30 MHz
Demais valores de clock interno 33 MHz

As placas de expansão PCI possuem um recurso muito interessante, além da sua elevada velocidade de transferência de dados. Trata-se da auto-configuração obtida com o padrão PnP (Plug and Play). Estas placas são reconhecidas e configuradas automaticamente pela BIOS (todas as motherboards equipadas com slots PCI possuem uma BIOS PnP) e pelo sistema operativo, sem necessitarem que o utilizador posicione jumpers para realizar manualmente a sua configuração, como ocorria com as placas de expansão até há pouco tempo atrás.

Placas de vídeo SVGA PCI e AGP.

Além da placa SVGA PCI, podemos utilizar outros tipos de placa, como por exemplo:

  • Placa de rede PCI
  • Digitalizadoras de vídeo PCI
  • Controladoras SCSI PCI
  • Placas de som PCI
  • Placas de modem PCI

AGP
Visando obter uma maior taxa de transferência entre a placa de CPU e a placa de vídeo (obtendo assim gráficos com movimentos mais rápidos), a Intel desenvolveu um novo barramento, próprio para comunicação com placas de vídeo especiais. Trata-se do AGP (Accelerated Graphics Port).

O chipset i440LX foi o primeiro a incluir este recurso. Placas de CPU Pentium II equipadas com este chipset (também chamado de AGPSet) possuem um slot AGP. Este slot não está presente nas placas de CPU Pentium II mais antigas, equipadas com o chipset i440FX, nem nas placas de CPU Pentium equipadas com o i430TX, i430VX e anteriores. Podemos, entretanto, encontrar um slot AGP em algumas placas de CPU Pentium equipadas com chipsets de outros fabricantes (por exemplo, o VIA Apollo MVP3 e o ALI Aladdin V). O slot AGP não é, portanto, uma exclusividade de processadores modernos e nem do padrão ATX. A sua presença está vinculada ao suporte fornecido pelo chipset.

A principal vantagem do AGP é o uso de maior quantidade de memória para armazenamento de texturas para objetos tridimensionais, além da alta velocidade no acesso a essas texturas para aplicação no ecrã.