Algumas respostas simples possíveis
Um primeiro acerto de representação
 
Vamos então passar daquele mapa para um modelo matemático que simplifique e permita encontrar propostas de solução com facilidade, isto é, vamos desenhar sobre o mapa o grafo adequado à situação apresentada. Sem esquecer que um grafo não é mais do que um conjunto de pontos e de possíveis linhas a uni-los dois a dois, em qualquer das situações tudo se resumirá a escolher bem os pontos e as arestas que representem alguma ligação que deva ser considerada.
 
Por exemplo, no caso
 
a situação a estudar refere-se ao controle dos parcómetros dos dois blocos residenciais de cima, a partir de um determinado ponto, e, desprezando as passadeiras, podemos escolher a seguinte representação de pontos de referência e caminhos possíveis a percorrer necessariamente
e, em consequência, podemos passar do mapa para um grafo que é uma boa representação para o essencial da situação em estudo:
ou ainda melhor
 
em que A, B, C, D, E e F representam vértices (pontos) e podemos representar as arestas por AB, CD, etc.
Um caminho de A para E pode ser representado por ABCDE. Há vários caminhos de A até E; um outro caminho pode ser AFE. Parece-nos ser uma boa maneira para representar caminhos.

Que lhe parece?