se eu quisesse voltar à porta de entrada  
 
o imprevisível acontece…

Não há simples diferenças entre as respostas esperadas e as respostas dos alunos. Isso não é bom nem é mau. Para os professores acaba por ser bom, no sentido de melhorar a escrita futura. No caso da prova em estudo,  em que se apresentava um desenho que podia servir para vários problemas.Nunca imaginei troncos empilhados senão deitados na horizontal uns sobre os outros. Pois uma aluna considerou que o desenho apresentado não servia para o cálculo da altura a que se encontrava a mosca poisada no ponto mais alto da pilha de troncos, porque, para ela, os troncos estavam empilhados (?) na vertical.

Estão a ver?

Pelas provas apresentadas, podem ver-se os resultados da insistência na necessidade das explicações. Podemos dizer que a generalidade os estudantes seguiram (em excesso?) as insistências neste campo. O caminho percorrido das primeiras para a última das provas é  muito esclarecedor a esse respeito.


 
 >>>>

e ainda mais uma prova como lição.