Edição 5
Página

Órgãos de gestão e Prof2000

.
II - RESPEITO PELA ESCOLA PÚBLICA

«A ideia deste Agrupamento de Escolas deverá abandonar, sempre que possível, o paradigma da tão falada Escola de qualidade, eficaz e eficiente, mas implementar a ideologia de uma Escola com verdadeira autonomia, capacitada para intervir na conceptualização do seu projecto educativo e regulamento interno, excomungando teorias centralistas e neocientíficas. Deverá ser respeitada a Lei de Bases do Sistema Educativo que encerra a ideia da igualdade de oportunidades, da sociabilização e de uma qualidade educativa pronunciada no plural.»

(in Projecto Educativo, Escola EB 23 de Aradas)

Os órgãos de gestão, pela legitimidade que o cargo lhes confere, têm um papel determinante no desenho das políticas de escola, na gestão dos percursos a curto e médio prazo e na definição de prioridades e grandes opções de escola.

Segundo os Conselhos Executivos das Escolas entrevistados neste painel, o Programa Prof2000 surge como um elemento essencial para o cumprimento do Projecto Educativo de Escola.

E são unânimes em afirmar que o Prof2000 permite dinamizar a formação dos diferentes membros da comunidade educativa na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

São mesmo destacadas positivamente alterações de comportamento, como o recurso ao correio electrónico, a organização das páginas de escola e as actas electrónicas, consequências de práticas propostas pelo Prof2000. E sublinha-se ainda a importância da implementação das TIC, graças ao apoio prestado pelo líder Prof2000 e pela Organização de cada escola. 

Quanto à formação à distância, aponta-se como vantajoso sobretudo o grande leque de opções de formação, bem como o facto de permitir o uso generalizado das TIC. Neste caso, as listas de distribuição de correio electrónico existentes em cada escola e as páginas de escola são, sem dúvida, dos elementos mais positivamente destacados. Há, no entanto, alguns professores que ainda se mostram um pouco renitentes na adesão a este tipo de formação.

Que papel tem o programa Prof2000 no Projecto Educativo da sua escola

José Marta
O Programa Prof2000 vem ao lado de outros projectos e programas fazer cumprir o projecto educativo da Escola EB 23 de Aradas, na qual exerço presentemente, de entre outras, a função de Vice-Presidente do Conselho Executivo. Assim, a tendência para a tolerância no confronto gerado pela heterogeneidade de ideias, de opções e práticas reconhecidas é sempre por nós acarinhada. Existirá melhor prática do que o programa Prof2000, no sentido do fomento da igualdade de oportunidades e no combate à iliteracia tecnológica?
Cremos que foi fermento de opções possíveis, nomeadamente, hoje, consta do currículo do 5º e 6º anos de Escolaridade a disciplina de iniciação às tecnologias de informação e comunicação, opção esta, não óptima, só possível e decorrente das infra-estruturas e do parque informático desta escola. A sensibilização foi-nos dada pela partilha e reconhecimento da comunidade Prof2000.

Diamantino Mendes
Tendo em conta que, no Projecto Educativo da nossa Escola, a formação de professores é uma preocupação constante, o programa Prof2000 permite alargar o leque de formação dos nossos docentes, facultando-lhes uma maior oferta de formação.

António Amaral
A candidatura ao programa Prof2000 foi proposta tendo em vista a prossecução de, principalmente, dois objectivos:
- oferecer aos docentes da Escola formação de cariz mais específica ou mais especializada, que os Centros de Formação de Agrupamentos de Escolas, em zonas desfavorecidas e longe dos grandes centros do país, têm grandes dificuldades em proporcionar;
- aproveitar as obrigações protocolares decorrentes da participação no Prof2000, no sentido de incutir uma nova dinâmica na Escola e criar as condições logísticas e materiais indispensáveis para a utilização efectiva das novas tecnologias de informação e comunicação.

"Estando a Escola situada no interior do país (com todos os custos inerentes a essa situação), considerou-se que a adesão ao programa Prof2000 constituiria uma medida de "abertura" do Mundo a todos os seus membros e, por outro lado, um desafio para que a Escola desse início ao seu papel fundamental em todo o processo de formação de cidadãos aptos para a Sociedade da Informação, passando em breve a promover um maior número de iniciativas e actividades significativas no âmbito das TIC."

António Amaral

"É um programa que permite uma troca de saberes e experiências entre docentes das muitas escolas do país aderentes ao Prof2000, o que dificilmente ocorreria noutra situação de formação, com as vantagens daí decorrentes."

Diamantino Mendes

"É certo que este trabalho não é exclusivamente nosso, ninguém transforma uma comunidade, por si. Enquanto líder do Prof2000 e elemento do órgão de gestão, contribuímos com intenção na decisão de hierarquizar as necessidades com o intuito que se dirigissem, sem dúvida, para a modernização das dinâmicas institucionais. Pretendemos salientar as vantagens de se ser apoiado por quase todos os colegas em geral e em particular pela equipa que compunha o Conselho Executivo e o Conselho Administrativo. "

José Marta 

Quais as principais vantagens da participação no programa Prof2000

José Marta
A nosso ver, as principais vantagens provavelmente não serão as "politicamente mais correctas". Julgamos que os objectivos implícitos, as dinâmicas educacionais e administrativas implementadas, fruto quase exclusivo da existência de um líder Prof2000, por acção do antes falado programa, do aparecimento de uma BBS e de um rudimento de rede em cabo "BNC" que germinou aquilo que hoje somos como Escola Pública, imodestamente digna, da qual somos defensores confessos. 

.....Gostaríamos de destacar as actas digitais, a reprografia electrónica, o software de gestão "SIGE" a comunicação com as famílias por SMS, a criação da página da Escola e da Intranet, a formação implementada junto do corpo docente e funcionários, a formação proporcionada à comunidade local e o uso generalizado do correio electrónico. Enfim, a rede "LAN" e "CAN" em todas as salas e pisos que devidamente certificada, proporcionou um singular percurso que a nosso ver já não tem retrocesso... 
No entanto, a formação a distância também é e será importante como prática democrática de autoformação, nesta pequena comunidade educacional tão exigente.

.....A motivação decorrente do Prof2000, para além de ter democratizado a formação a distância e a internet, ganhou a adesão dos nossos funcionários que permitiram com a sua colaboração, a instalação e configuração das redes, com base no seu trabalho competente e colaborante de que são exemplo, de entre outros, o Sr. António Simões e o Sr. Luís - um abraço público para eles em especial e para todos os outros em geral.

António Amaral
Julgo que a vantagem mais visível da participação no programa se reflecte numa nova dinâmica na Escola, que contribuiu de um modo fundamental para a garantia do princípio de democraticidade no acesso às novas tecnologias de informação e comunicação e ainda para a generalização do acesso à Internet. 

.....Com efeito, com significativo esforço financeiro da Escola (e também, em parte, devido a alguns equipamentos recebidos no âmbito da candidatura ao Prodep III), actualmente existem diversos espaços com equipamento informático, ligado em rede na sua totalidade: Serviços Administrativos, Conselho Executivo, Sala de Professores, Pavilhão Desportivo, duas salas de Informática, uma sala de Apoio com Suporte Informático, Laboratório/Clube de Matemática, Biblioteca/Centro de Recursos (recentemente reformulada e equipada com novos materiais), Auditório e uma ou outra sala de aula.

Diamantino Mendes
Proporcionar formação em áreas que verdadeiramente interessem aos professores. Parece-nos ainda que incentiva os professores a desenvolverem outras competências que os ajudarão, por sua vez, a implementar na sala de aula outras aprendizagens e outras formas de aprender.

Receptividade dos docentes da escola relativamente ao programa Prof2000 e à formação à distância

José Marta
Sinceramente, a população aderente à formação a distância em exercício nesta escola, parece-nos algo incerta e susceptível por pequenos nadas. Aqui, ganhámos muitos parceiros para o uso dos meios informáticos no seu dia, mas já perdemos também muitos para a formação a distância. Julgamos que grande parte dos professores é muito influenciável por boatos e interdependente das certezas "apriorísticas", no que respeita à sua, por vezes árdua, formação creditada. Aqui também, um género de caciquismo, às vezes distanciado do conhecimento objectivo, vem determinando o nosso esforço. Um ano virtuoso, outro desastroso. A saber: os Professores mais jovens aderem preferencialmente à formação a distância e à utilização desta tecnologia para uso específico da sua formação, nós nunca desistiremos de recorrer, mas também de compreender.

Diamantino Mendes
Podemos considerar que foi boa. Se tivermos em conta que ainda existem muitos colegas "alérgicos" a estas coisas das TIC, e que é este o primeiro ano em que decorre este programa não nos podemos queixar.

António Amaral
Não me parece ser muito significativa, considerando a totalidade do corpo docente, contudo é de destacar que presentemente quatro docentes e dois funcionários administrativos se encontram a frequentar acções de formação à distância no Prof2000, e outros docentes manifestaram a intenção de se inscreverem em outras acções a realizar ainda este ano.

Impactos do Prof2000 na escola e na comunidade educativa em geral

José Marta
Julgamos que esta questão já foi respondida anteriormente. Contudo precisaríamos de instrumentos de avaliação muito bem construídos para poder objectivar esta questão, pois, julgo que o mais importante não se relaciona directamente com o "e-larning", mas sim com o que foi recriado e criado pela acção e existência deste programa nas Escolas ao serviço de todos. Seria fastidioso e repetitivo voltar a falar neste assunto. No entanto julgamos estar em condições de afirmar que muitos professores, muitos funcionários, muitos alunos e muitos pais, hoje, estão mais perto da sociedade de informação e mais longe da info-exclusão, porque alguém manteve de pé o Prof2000.

António Amaral
O espírito do Prof2000 tem sido o embrião de algumas iniciativas e recursos postos à disposição da comunidade educativa. São disso exemplo as informações, os recursos e os materiais colocados na Página da Escola, a utilização do correio electrónico e de uma lista de distribuição de correio utilizada nalguma comunicação entre membros da comunidade escolar.
Um outro aspecto, é relativo à simplificação, desburocratização e melhoria de alguns serviços prestados, assim como a facilidade no acesso à informação, principalmente para o pessoal docente.

Recomendar o programa Prof2000 a outras escolas

José Marta
Não percebemos como é que ainda há escolas distantes desta comunidade. Provavelmente por um conjunto de factores endógenos e exógenos a si, diríamos que a "lista T" e os apoios proporcionados pelo Prof2000 são um exemplo ímpar de como se pode prospectivar uma comunidade de Professores/Escolas/Comunidades, perdurando no tempo, fomentando a tolerância da diversidade e reconhecendo no conflito ideológico um passo em frente para a modernização e dignificação dos saberes e cultura gerados na Escola Pública, onde trabalhamos.
Parece-nos que as recomendações estão feitas, que não é difícil reconhecer modernização, rentabilidade de recursos, aproximação entre regiões produção de cultura e seriedade no que proporciona.
.