Programa da Acção de Formação


LITERATURA E ARTES PLÁSTICAS: QUE INTERTEXTUALIDADES NO INÍCIO DO SÉCULO XX
Entidade promotora: Centro de Formação de Professores José Pereira Tavares
Formador: Teresa Maria Almeida Correia
Duração: 50 Horas
Destinatários: Professores dos 8º Grupo A e 8º Grupo B das escolas TRENDS
 

Razões Justificativas da Acção:



A Considerando que os professores de várias áreas ligadas à Língua Portuguesa, sejão eles docentes de Língua Portuguesa, de História, de Filosofia, entre outras disciplinas, está atento "(...) à necessidade de, a cada momento oportuno, orientar o seu aluno no contacto e no tipo de abordagem de obras de escritores e de épocas várias (...), de modo a que todo o percurso no tempo e no espaço ofereça a multiplicidade de perspectivas que definem a autenticidade. "(in capítulo "Critérios de Selecção das leituras" - PORTUGUÊS - Organização Curricular e Programas - Ensino Secundário - DGEBS - Ministério da Educação, I.NC.M., Julho 1991, pág. 35) e tendo em conta a interdisciplinaridade existente entre LITERATURA e ARTES PLÁSTICAS, propomos uma acção de formação que pretende alertar para uma relação tão estreita entre pintura / música / literatura, a partir da segunda metade do século XIX em Portugal.
Não iremos estudar Artes Plásticas por não ser essa a nossa área, mas analisaremos alguns autores que, numa atitude interdisciplinar, equacionam, nas suas composições, uma contaminação interessante de imagens, nomeadamente musicais e pictóricas.
Se, à primeira vista, parece uma proposta muito ambiciosa, apresentado um leque alargado de autores, pretendem-se proporcionar várias hipóteses de trabalho aos formandos, pois pensamos serem áreas ainda pouco estudadas em termos de formação contínua dos docentes.
Será, talvez, uma oportunidade de aprofundar algumas rubricas dos programas de Português e de História, abrindo horizontes e perspectivando uma atitude de formação que permitirá a proposição e colaboração em actividades interessantes, por exemplo, no domínio da "área curricular não disciplinar" denominada de Área-Escola.

Objectivos a Atingir:


Conteúdos da Acção:


A contaminação da pintura, da música, por exemplo, em textos a seleccionar pelos formandos de entre os seguintes autores (Os formandos poderão propor outros autores para debate): Metodologia de Realização da Acção:


O formador disponibiliza os aspectos teóricos em base on-line de informação científica (texto de apoio, glossário, índice temático - html) e vai propor a formação de grupos de pesquisa para cada módulo temático.
Indivdualmente e/ou em grupo, os formandos executarão tarefas de descoberta partilha e troca de informação relativamente ao tema escolhido. O formador fará o acompanhamento destas tarefas dando os esclarecimentos necessários às dúvidas surgidas durante a realização do trabalho de pesquisa. Os resultados das pesquisas serão reunidos em bloco de estudo a distribuir de forma a possiblitar a reflexão/discussão/debate orientado pelo formador. Os estudos serão a base de apresentações públicas on-line.

Regime de Avaliação dos Formandos:



Avaliação de trabalhos de pesquisa e reflexão construídos através da partilha de informação "on-line" com vista à concretizaão de uma biblioteca de informação.

Avaliação da participação no debate "on-line" sobre os módulos temáticos apresentados.