Tema: "Preparação para a vida adulta"   
Moderado por: Dr. Francisco Vieira - CERCIAV - Aveiro 
 
 
<fv> ola, boa noite. Eu sou o Fernando Vieira e estou aqui porque e uma oportunidade para de uma forma mais alargada, conversar sobre esta problematica que me parece estar a ser urgente. Há alguem que tenha em maos esta problematica? Por exemplo saber o que ja fizeram na vossa escola sobre este assunto
<AOS> Acho que isto da preparação para a vida adulta não tem existido na escola portuguesa desde há longos anos, isto é, desde que a educação caiu nas mãos de umas cabeças ocas, delirantes... No caso de jovens com problemas, então tudo se agrava.
<Vasconcelos> AOS: não sejamos também tão radicais!
<SPOMarrazes> FV fale-nos da vossa experiencia aí em Aveiro
<Vasconcelos> Prova de que a escola se preocupa com a Vida activa é o Netdays!
<SPOMarrazes> aqui ainda existem poucas experiencias neste domínio da transição para a vida activa
<AOS> Pois, porque a legislação é vaga, contraditória, cheia de lacunas... É pena que os legisladores trabalhem mal!
<Vasconcelos> Não acham que esta semana está, pelo menos a ser importante para as escolas perceberam que há outros conteúdos e outras áreas que é necessário integrar na própria instituição?
<Marcio> sim  e verdade
<AOS> Fala-se muito de pedagogia diferenciada... Muito bem! E os recursos, digo, recursos humanos, materiais?! Pedagogias activas... Sim! Um professor numa sala com meia dúzia de cadeiras e mesas, com alunos diversos, de culturas diferentes, alguns conhecendo mal o Português... Milagres não existem!
<fv> tudo bem , apesar das lacunas da legislaçao ha necessidades reais. Que medidas concretas ja tentaram as escolas fazer?
<Marcio> sim e verdade mas queria mais  promenores
<mang1> quais lacunas?
<ApoioEduMarrazes> e a criatividade dos profs. não poderá existir?
<Vasconcelos> FV: Que medidas podem as escolas fazer?
<AOS> Tentámos criar currículos alternativos sem ser ao abrigo do 22SEEI96, estamos a tentar, aliás, e o suporte legal não existe. Pessoalmente avançava... 
<fv> por exemplo: as escolas podem organizar actividades laborais dentro da propria escola
<Vasconcelos> <fv> por exemplo: as escolas podem organizar actividades laborais dentro da propria escola ?!?!? Como?
<fv> A flexibilidade curricular existe, com o despacho 105. Claro que podem organizar, dentro e fora em ligaçao com a comunidade
<Vasconcelos> Desculpe FV, mas isso são teorias...
<fv> vasconcelos: As Escolas tem cantina, serviços administrativos, jardinagem, actividades desportivas
<Vasconcelos> Ña prática como é que as escolas(e os professores) pode(m) fazer alguma coisa se estão completamente limitados pela "obrigação" de cumprir programas?
<AOS> Muito bem, Vasc,.!
<fv> para jovens com nee há legislaçao para dar cobertura
<AOS> A formação tem que assentar em esquemas simples e pragmáticos - a oficina do pai, do vizinho, etc. Fv: qual?!
<fv> De acordo AOS
<AOS> A legislação não está coordenada - aconselhava a estes tipos a lerem a legislação produzida nos anos 40 pelo Estado Novo! Fiz a minha pós-graduação em EE com um trabalho final sobre legislação, estou à vontade.
<mang1> entao ensine-nos
<fv> a idade para iniciar programas de transiçao podera ser a partir dos 13 anos, sensivelmente
<AOS> A legislação do Estado Novo a que me referia integra todos os aspectos organizativos quer do ensino e educação, quer da ocupação subsequente.
<ApoioEduMarrazes> tem sido facil a adesão dos empregadores?
<AOS> O grande problema da actualidade (em legislação, que é o que suporta e permite acção num estado de direito) é de uma inusitada ignorância em quem a produz!
<AOS> Deveria haver um quadro legal geral definido e suficientemente flexível...
<fv> A legislaçao as vezes serve como desculpa para nao descobrir como fazer. E fazer tambem obriga a legislar
<ApoioEduMarrazes> ou para descobrir como não fazer
<fv> Alias a legislaçao e a regulamentaçao de praticas
<AOS> Fv: não é o meu caso - a lei não me permite que faça; a lei e os recursos disponíveis...
<SPOMarrazes> aos recursos disponiveis onde ??? Eu acho que a legislação serve para complicar aquilo que queremos fazer
<fv> Conte um caso concreto, AOS
<AOS> Pessoalmente eu avançava com o que penso fazer...
<ApoioEduMarrazes> proponho que falemos um pouco de experiencias concretas que já existem para mobilizar outras pessoas 
<AOS> FV: vou citar-lhe um caso concreto: um aluno que pode cumprir uma componente pré-profissional numa oficina de serralharia do pai e está tudo num impasse (se o aluno tivesse graves problemas intelectuais, artigo 11º do 319/91)...
<fv> Afinal a escola é para todos ou nao?
<AOS> Fv: A escola não é actualmente para todos - é para muito poucos!
<maas> o desconhecimento da legislação não pode ser argumento, mas como conciliar currículos e programas enormes com falta de meios que caracterizam as nossas escolas 
<ApoioEduMarrazes> A escola é para todos e isso obriga a que todos os prof. a assumam. Esta questão é que continua em aberto
<AOS> maas: os programas podem-se cortar... A lei permite, 319/91, em casos muito restritivos...
<fv> O dl 319 /91 permite reduzir programas e adaptacoes curriculares
<SPOMarrazes> penso que não serão unicamente os professores que devem assumir isto
<cebola> só há um pequeno pormenor:
<ApoioEduMarrazes> não só mas também
<fv> Claro que nao, SPO Marrazes
<cebola> os professores dizem que o  programa é muito comprido...
<AOS> Devem ser o Estado, a Escola, a Comunidade, de um modo geral
<caranguejo> e os sobredotados quem lhe adapta o curriculo ??
<cebola> e tudo isso..
<cebola> mas nunca fazem nada em concreto... para que ele seja reduzido
<AOS> caranguejo: quem adapta para os subdotados.
<cebola> pq será que isso acontece???
<caranguejo> pois é, mas ninguem pensa neles e cada vez menos se pensa nas crianças ditas normais
<AOS> O modelo teórico geral é inadequado ao nosso tempo - os paradigmas pós-modernos deveriam ser tidos em conta na definição dos modelos de gestão da educação.
<ApoioEduMarrazes> por vezes é a escola a criar as n.e.e. a solução não estará na prevenção?
<AOS> caranguejo: muito bem.
<caranguejo> fv: então ??
<ApoioEduMarrazes> Aos a minha colega diz que és reaccionario
<fv> O ensino funcional nao existe, existe o ensino academico, e isto e grave para todas as crianças, mas muito mais para as nee
<AOS> Sim, sou!
<Vasconcelos> Já notámos!
<julio> concordo!
<caranguejo> mas quem são as nee ???
<Vasconcelos> Mas às vezes deviamos olhar para o passado com uma visão mais despreconceitosa...
<ApoioEduMarrazes> concordo
<Vasconcelos> nem tudo o que foi feito no passado é mau! Vejam o caso das Escolas Comerciais... Que falta fazem hoje!
<AOS> A escola tem que disponibilizar currículos flexíveis, múltiplos, multipolares - mas o estado tem que permitir...
<fv> E permite, AOS
<SPOMarrazes> sim, porque só com o passado poderemos olhar positivamente para o futuro
<caranguejo> mas quem são as nee ???
<AOS> fv: Permite?! como?!
<fv> Sao alunos com necessidades educativas especiais
<Vasconcelos> Necessidades Educativas Especiais?
<caranguejo> sim mas quem são ??'
<AOS> FV: esse termo não faz muito sentido actualmente
<fv> Que ate há poucos anos estavam fora do sistema escolar
<Vasconcelos> Essa pergunta é muito traiçoeira!
<ApoioEduMarrazes> todos nós um pouco
<SPOMarrazes> são todas
<AOS> FV: veja as coisas na sua historicidade!
<caranguejo> mas eu não concordo com essa definição 
<julio> qual é a tua definição, caranguejo?
<caranguejo> são todas as crianças que requerem cuidados especias
<julio> O que são NEE?
<caranguejo> isso é que eu entendo
<fv> Neste momento as Nee estao dentro do sistema educativo  e tem direito a uma resposta educativa adequada. Educativa nao e so academica.
<caranguejo> por isso falo sempre dos sobredotados
<AOS> Deve haver mais do que um professor na aula, em algumas turmas, em algumas disciplinas; não deve haver apenas cadeiras, mesas e um quadro...
<julio> concordo
<fv> Mas há
<AOS> Os apoios educativos devem ser vistos globalmente...
<caranguejo> isso mesmo
<mang1> nao estamos a misturar apoios com NEE
<AOS> A comunidade deve ser chamada a aprticipar...
<fv> Mas o esforço maior a iniciar ainda na escola e a transiçao para a vida profissional
<AOS> Deve cada aluno ser ajudado a fazer um Plano Individual de Estudo...
<julio> tb concordo!
<SPOMarrazes> respeitando a sua necessidade e porque eu acho que muitas vezes se quer a integração pela integração, sem atender se ha ou não condições para essa integração
<AOS> Não prepara!
<Vasconcelos> Também acho que não!
<ApoioEduMarrazes> a nossa dificuldade prende-se com a adequação dos curriculos pressupondo uma avaliação rigorosa que deverá implicar outro técnicos
<fv> e Como acham que esse estado de coisas pode mudar?
<AOS> Já disse no meu sítio: avancemos, se vier alguém chatear, em última instância eu pratico TAE-KWON-DO!
<Vasconcelos> Voltando aos bons exemplos do passado!...
<caranguejo> não é como estamos
<Vasconcelos> Exigindo carteiras profissionais para as diversas profissões...
<julio> com adaptações, claro...
<Vasconcelos> Claro!
<ApoioEduMarrazes> com equipas multidisciplinares a funcionar de facto
<Vasconcelos> Com programas lógicos!
<caranguejo> e mais curtos
<SPOMarrazes> e motivantes
<fv> Nao seria util recolher os casos de sucesso que existem de certeza por todo o lado
<caranguejo> e colocar tudo pela mesma medida, sei...
<mang1> voltando a vaca fria- Ninguem explicou de facto o que sao NEE
<AOS> Eu quero falar não em casos singulares, que isso é normal que exista...
<SPOMarrazes> boa
<fv> Disseminar experiencias para replicar
<caranguejo> replicar??
<ApoioEduMarrazes> fv concordamos inteiramente. fale-nos da vossa experiencia que é conhecida como de sucesso
<caranguejo> então mas cada aluno não é um só ??
<luca> como replicar?
<AOS> FV: ainda não me disse como se resolve o meu caso concreto?!
<caranguejo> então mas cada aluno não é um só ??
<SPOMarrazes> e um so na teoria caranguejo
<caranguejo> pois o problema é esse
<julio> a prática da sala de aula é outra!
<caranguejo> eu estou cada vez mais céptico
<AOS> Muito bem
<mang1> mas as NEE pelos vistos tambem sao teoria
<fv> Por exemplo trabalhei com alunos da escola EB23 no 5ºe 6ª anos com Curriculos Alternativos
<SPOMarrazes> que não foram aprovados em Marrazes
<fv> Em que a partir das Ne detectadas se definiram areas que incluiam areas profissionalizantes
<ApoioEduMarrazes> como os integrou na vida activa
<fv> Tendo sido reformulados os horarios
<AOS> Flexibilizemos os tempos de aula, criemos salas temáticas, ou disciplinares, invista-se na formação profissional nas escolas normais, e não nessas formações que são só tachos para meia dúzia, que é como diz, de figurões!
<fv> Alguns dos quais se mantiveram na escola e estao a fazer formaçao profissional
<mang1> os curriculos alternativos sao positivos , agora os apoios sao uma fraude
<fv> Foi feito um protocolo com a escola
<julio> haja coragem para destruir todo o sistema!
<AOS> Venham mais professores... Venha mais formação...
<fv> Eliminou-se a ideia das disciplinas de 50m
<AOS> Julio: muito bem...
<fv> Juntaram-se portugues e matematica durante 2 horas. E fez-se aprendizagem em contextos comunitarios
<AOS> Não é isso, fv
<fv> Então AOS se nao e assim como e??
<mang1> E eu continuo sem saber o que sao NEE
<fv> Explique-me por favor o que diz o art 11 do Dl319
<ApoioEduMarrazes> fv:avance um pouco mais com o relato
<AOS> Possibilitando aprendizagens diversificadas com professores com diversas competências
<fv> Nao trouxe a legislaçao
<SPOMarrazes> criticamos todos muito, é o mais fácil: soluções ???
<AOS> Juntando mais do que um professor, da mesma disciplina ou não, gerando parcerias...
<caranguejo> isso é o que procuramos
<julio> Talvez no próximo século?!
<fv> Porque e que o seu aluno nao frequentou 2 tardes ou 2 manhas a oficina do pai, mantendo-se no entanto na escola
<AOS> Fv: não pode, a lei não o permite!
<fv> Permite sim
<AOS> Qual?
<fv> Eu tenho Nee nessa situaçao
<mang1> afinal os legisladores ainda sabem umas coisas
<SPOMarrazes> Foi por causa disso que os curriculos alternativos não foram aprovados em Marrazes FV
<AOS> Isso é o 319, deficiências  intelectuais ou físicas...
<fv> Tenho muito prazer em convidar todos os interessados e em especial o AOS para nos visitar
<mang1> pois como ninguem diz o que é NEE misturamos tudo
<AOS> Por mim avançava como acho que deve ser
<ApoioEduMarrazes> continuamos todos a escudarmo-nos nas limitações em vez de juntarmos esforços para encontrar soluções. E as capelinhas de cada um ?
<ApoioEduMarrazes> e os ares de muito sabedores que assumimos: para onde iam os nossas sabedorias todas?
<SPOMarrazes> as sabedorias vão existir sempre mesmo que isso cause problemas aos menos sabedores
<AOS> Sejamos claros e sem evasivas. É que é muito tarde e eu não sou capaz de descobrir sentidos ocultos!
<fv> Se considerarem util, podemos abrir uma newslist e continuar a trocar experiencias sobre esta materia
<caranguejo> para que ??? ninguem respondeu ao que são NEE
<SPOMarrazes> eu acho que os NEE são crianças que merecem respeito pela sua dificuldade especifica
<mang1> dificuldades especificas??? o que sao?
<ApoioEduMarrazes> o que é o respeito? deixar fazer tudo que ele quer, numa atitude paternalista?
<luca> mas cada criança não terá a sua dificuldade específica?
<fv> Meus amigos, foi um prazer esta primeira experiencia de conversa electronica, sobre um tema que pelos vistos e preocupaçao comum e que merece continuar a ser tratado
<ApoioEduMarrazes> Propomos um próximo debate
<fv> Claro , ca estarei. Aceito um grupo de discussao. E dedicarei o tempo possivel a conversar convosco com o objectivo de sobretudo fazermos mais e melhor
<AOS> mang1: estamos a começar com estas coisas - eu, por mim, confesso que podia vir melhor preparado. Numa próxima vez fá-lo-ei.
<ApoioEduMarrazes> Como, quando?
<aramos> vai ser criado um grupo de discussão, intitulado Apoios Educativos, no servidor www.prof2000.pt e o debate poderá ser continuado através desse newsgroup!
<selenita> Bravo!
<fv> Mais uma vez obrigado a todos e muito boa noite